Saiba como montar uma mesa elegante de café da manhã!

Como montar uma mesa corretamente, bem bonita  e prática. Não se esqueça que beleza e nutrição podem andar juntas. Aqui vão algumas dicas de como preparar com acerto a mesa do café da manhã:
1. Use sempre pratos e talheres de sobremesa.
2. Pode colocar dois pratos de sobremesa por pessoa (um para os pães e outro para as frutas – um em cima do outro).
3. Se vai servir cereal, coloque um bowl à esquerda.
4. O prato de sobremesa fica no centro e o pires e a xícara ficam acima à direita do prato – quando retirados. Na verdade, alguns preferem já colocar de lado, enquanto outros preferem colocar em cima do pratinho de sobremesa – fica à sua escolha.

cafe-manha-1
5. Sucos e água devem ser colocados em jarras.
6. As bebidas (sucos, café, leite) devem estar próximas aos seus temperos (café em pó, leite em pó, açúcar).
7. Não coloque mais coisas do que o espaço disponível possa suportar.
8. Manteiga, requeijão e cremes devem estar em potinhos menores (jamais em embalagens!).
9. Coloque talheres em todos os potes, cestas e travessas.
10. Leve sempre à mesa frutas já lavadas, descascadas e fatiadas. Prontas para comer!
11. Para finalizar com capricho, coloque uma belo guardanapo e uma florzinha, para abrir o apetite. Convide  todos para a mesa de uma só vez e bom apetite!

Continue lendo

Cor e alegria para sua mesa com French Bull

Na Laris (só clicar na imagem) vai achar  na seção Novidades estes alegres produtos

iamgem do blog

Sobre a marca:

Estréia da French Bull em janeiro de 2002 marcou o retorno de melamina, mas com um toque moderno. O material clássico conhecido por sua durabilidade e a cor marcante foi graças a uma reforma ostentando a cultura pop, estilo ousado assinada pela designer Jackie Shapiro.
A idéia para a French Bull surgiu pelo desejo de criar produtos de bazar para os consumidores conscientes. A Melamina é resistente a altas temperaturas, inquebrável, a durabilidade e a funcionalidade do material é perfeito para o uso diário de interior ou exterior e é completamente seguro para as crianças. As cores ousadas e o grafismo fazem o sucesso da marca, tem rejuvenescido um material clássico e funcional em padrões gráficos modernos.   A marca francesa Bull, também está disponível através de uma série de produtos licenciados em todo o mundo.

“A verdadeira felicidade vem da alegria de atos bem feitos, do sabor de criar coisas renovadas”  (Antoine de Saint-Exupéry)

ASSINATURA BLOG

Harmonize os queijos com os vinhos e sirva seus convidados

Existe combinação mais clássica do que queijos e vinhos? Definitivamente não. Descubra como preparar uma inesquecível mesa de queijos e vinhos na sua casa! Para começar, é preciso dizer: nem todo queijo harmoniza com qualquer vinho. É preciso prestar atenção nas características de cada um para, então, selecionar o vinho ou o queijo ideal. Ou, no caso de uma tábua de queijos, como encontrar vinho curinga que vai se dar bem com todos ou com a maioria deles.banner blogComo já dissemos antes, harmonização boa é aquela que te agrada e ponto! Mas, se não sabe nem pode onde começar, uma ajuda é sempre bem-vinda, né?! Fizemos uma lista com alguns tipos de queijos, suas principais variedades e indicações de vinhos. Quer deixar sua mesa ainda mais atraente? Identificar e agrupar os mais diferentes tipos de queijos é o primeiro passo para o sucesso da sua harmonização com as variedades enormes de vinhos que existem.

De acordo com essa classificação, os especialistas recomendam:

– Os queijos frescos e curados, de modo geral, se dão melhor com vinhos brancos leves, secos e com nível de acidez elevado, como os Sauvignon Blanc e Chardonnay.

– Os bancos moles se equilibram bem com os espumantes por causa da contraposição entre o sal do queijo e a efervescência do vinho, mas também harmonizam bem com os vinhos tinto de uva Cabernet Sauvignon.

– Os queijos semi moles podem se conciliar bem com os brancos de forte aroma, bem como os tintos leves e frutados como Merlot, Malbec ou Carbernet Sauvignon.

– Os queijos duros, por ter sabor com maior presença e complexidade, estão mais propícios à harmonização com vinhos tintos encorpados, pois sua acidez e nível de sal controlado não conflitam com o corpo dos tintos.Vinhos como Cabernet Sauvignon ou Syrah.

– Os azuis produzem maior satisfação quando acompanhados pelos vinhos doces como Porto, Tokay ou Sauternes.

GRUYÈRE: tinto jovem de uva Cabernet Sauvignon, Merlot ou Malbec.
PROVOLONE: tinto de uva Syrah
GOUDA: tinto de uva Malbec ou Carbenet Sauvignon
EMMENTHAL: tinto de uva Merlot ou Carbernet Sauvignon.
EDAM: tinto de uva Malbec ou Syrah.
MAASDAM: tinto de uva Malbec ou Merlot.
PRATO ESFÉRICO: branco frutado.
REINO: tinto encorpado de uva Tannat ou Carménère.
BRIE: tinto de uva Cabernet Sauvignon.
CAMEMBERT: tinto de uva Syrah.
GORGONZOLA: branco doce como Porto, Tokay ou Sauternes.
PARMESÃO: tinto de uva Cabernet Sauvignon ou Syrah.
Frescos: branco seco de uva Sauvignon Blanc.

queijo e vinho” A gente não faz amigos, reconhece-os” – (Vinicius de Morais)ASSINATURA BLOG

 

 

O amor esta no ar com a Laris!

A Laris deseja a todos um dia de muito amor e carinho e Feliz Dia dos Namorados!

IMG_0150

 

Há certas horas, em que não precisamos de um Amor

Não precisamos da paixão desmedida… Não queremos beijo na boca…
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama…
Há certas horas, que só queremos a mão no ombro,
o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado…
Sem nada dizer…
Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar,
que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente,
a brincar com a gente, a nos fazer sorrir…

Alguém que ria de nossas piadas sem graça…

Que ache nossas tristezas as maiores do mundo
Que nos teça elogios sem fim…
E que apesar de todas essas mentiras úteis,
nos seja de uma sinceridade inquestionável…

Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado…
Alguém que nos possa dizer: -Acho que você está errado,
mas estou do seu lado, ou alguém que apenas diga:

-Sou seu amor! E estou Aqui!

(William Shakespeare)

post blog“O amor é uma condição em que a felicidade de outra pessoa é essencial para a sua própria felicidade” (Robert A. Heinlein)ASSINATURA BLOG

 

 

 

 

Dicas naturais para combater a Dengue!

Vamos nos cuidar, pois o surto de dengue esta aí e a preocupação é de todos, fomos a caça de algumas receitinhas naturais para a tão noticiada “Dengue”, cada um de nós conhecemos alguém que pegou ou está com a doença e isto muito nos preocupa. Vamos nos prevenir usando repelente, dizem que ajuda muito. A comunidade toda tem de usar, como num mutirão. Não forneça sangue para o Aedes Aegypti!

Repelente Natural

* 1/2 litro de álcool (500 ml);
* 1 pacote de cravo da Índia (10 gramas);
* 1 vidro de óleo de nenê (100 ml);

Preparo:

Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias agitando, cedo e de tarde; Depois coloque o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera). Passe só uma gota no braço e pernas e o mosquito foge do cômodo. O cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas e os piolhos dos animais. O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a proliferação. Este repelente caseiro só é contra indicado para indivíduos com alergia ao cravo-da-índia e para crianças com menos de 3 anos de idade. Estas medidas de controle do mosquito Aedes Aegypti servem para evitar a dengue e a febre amarela porque estas duas doenças são causadas pelo mesmo mosquito. Caso já esteja com dengue, beba um chá quente de limão, sempre que necessário, e muito suco de laranja natural, sem açúcar. Também beba suco de acerola, ou uma colher de sopa de limão espremido na hora. Durante esse tempo, prefira caldos e sopas em vez de alimentos sólidos. A alimentação adequada, a tranquilidade do paciente e o repouso devem ser observados com atenção.

combate-a-dengue                           

Tratamentos naturais!

O Inhame: esse tubérculo muito consumido em nosso país, possuidor de diversas propriedades, entre elas a de proteger o sistema imunológico, é usado para a prevenção e tratamento da dengue, apesar de estudos conclusivos ainda não terem sido apresentados. Isto porque, possui enzimas que neutralizariam imediatamente a ação do vetor no sangue, impedindo que o vírus se espalhasse pelo corpo. Mesmo sem confirmação científica, o inhame faz muito bem à saúde, portanto vale a pena tentar esse recurso! Comer inhame uma vez por dia contribui para a recuperação do doente. Após a recuperação, deve-se continuar comendo inhame para eliminar os resíduos que ficaram no sangue e diminuir os efeitos de uma recaída. Alguns chás medicinais também tem excelente efeito, como:  utilizar três colheres de sopa das seguintes ervas picadas – alecrim, folhas de mangueira, eucalipto e sálvia, colocar essas três colheres das ervas em um litro de água fervente e tomar de 2 a 3 xícaras ao dia, com 15 gotas de própolis.  Chá de mil-em-rama, sabugueiro e hortelã, da mesma maneira que o anterior. O doutor Radjalma Cabral de Lima, que trabalha na Secretaria de Saúde do Acre desde 1999, relata a sua bem sucedida experiência no uso do chá do cravo de defunto no tratamento da dengue. O chá das flores ou folhas do cravo de defunto é usado na medicina popular contra angina, tosse, como antiespasmódico, anti-reumático e contra cólicas uterinas. A todos os pacientes que apresentavam dor muscular ou articular generalizada, com febre, independentemente do diagnóstico, orientei à enfermagem “perplexa” que ministrasse goles do chá ainda morno, ao mesmo tempo em que solicitei que a cozinheira continuasse preparando mais chá, conforme a necessidade.  Todos ficaram ainda mais perplexos quando, após as duas primeiras horas de atendimento, as pessoas já não apresentavam queixas. O Dr. Radjalma recomenda 10 folhas compostas em um litro de água nos casos mais simples e 10 folhas em meio litro de água nos casos graves. Melhores resultados são obtidos com o chá morno tomado aos goles seguidamente até o desaparecimento dos sintomas, o que não tem ultrapassado 2 horas. O cravo amarelo apresenta tons variados chegando ao dourado. Suas folhas são compostas, com cheiro inconfundível, muito utilizado para afugentar moscas em velórios, fato que lhe valeu o apelido de “Cravo de Defunto”.

Veja como fazer o repelente: https://www.youtube.com/embed/bbzdiCMTzRw

Consulte o seu médico até para saber se o que você tem é mesmo dengue. Lembre-se, também, que tomar remédio por conta própria pode mascarar os sintomas da doença e dificultar o correto diagnóstico.

“Levantemos para o dia e sejamos gratos. Porque se nós não aprendermos muito hoje, pelo menos aprenderemos um pouco, e se não aprendermos um pouco, pelo menos nós não ficaremos doentes, e se ficarmos doentes, pelo menos não morreremos. Então, sejamos todos gratos.”                                                                                                                                                       Buda

ASSINATURA BLOG